O Espírito Santo é hoje a segunda maior província petrolífera do País. Há 59 anos exploramos petróleo e gás em terra, no mar, em águas rasas, profundas e ultraprofundas. Usamos o petróleo para abastecer as guerras, o armamento, o trânsito caótico, o envenenamento dos alimentos e das pessoas sem nos perguntarmos qual o impacto que esta exploração excessiva  gera? Qual o limite desta exploração? Onde vamos  chegar usando excessivamente o petróleo? É isto que queremos?

A campanha “Nem um poço a mais” convida você a conhecer e refletir sobre os impactos gerados pela exploração desenfreada do petróleo em sua região. A idéia é que possamos DIZER NÃO à expansão desta exploração petrolífera, criando áreas livres de petróleo e ao mesmo tempo áreas livres para a pesca artesanal, para os territórios tradicionais quilombolas, indígenas e de camponeses, para a mobilidade urbana, para a segurança alimentar e nutricional e para  uma sociedade com equidade de gênero, justiça ambiental e climática.

DESTAQUES DA CAMPANHA

 

A Campanha Nem Um Poço A Mais esteve presente na tradicional Procissão Marítima de São Pedro na Ilha de Vitória, Espírito Santo. O barco trouxe alegorias de petroleiras poluidoras, ” empresários e capangas” empunhavam suas maletas e armas, do outro lado, pescadoras e pescadores, crianças e toda a natureza gritavam e cantavam _Nem Um Poço a Mais! _ leia mais

Este slideshow necessita de JavaScript.

convite_encontro_junho_ESCarta do encontro de lançamento da Campanha “Nem um poço a mais!”, o apelo de pescadores e quilombolas contra a expansão petroleira Entre os dias 26 e 28 de junho de 2015, cerca de 60 representantes de comunidades quilombolas e de pescadores artesanais do Espírito Santo, Rio de Janeiro, Bahia e Ceará, junto com ativistas antipetroleiros e representantes de grupos impactados pela indústria petroleira e petroquímica, realizaram um encontro em Vila Velha (ES) para discutir ações frente aos crescentes impactos da expansão petroleira sobre territórios tradicionais terrestres e marinhos. Leia AQUI a Carta do encontro de lançamento da Campanha “Nem Um Poço A Mais!”

LEIA ABAIXO NOTÍCIAS RELACIONADAS